(14) 3513-0841 |
COMPROMISSO DE VERDADE
3 de setembro de 2021

Centro de Ressocialização de Lins completa 20 anos neste sábado(04/09).

Unidade mantém proposta de humanização da pena e aposta em trabalho e educação como ferramentas de reinserção social .

Imagem: CR de Lins (Dr. Manoel Carlos Muniz)

Colaboração: Marcus Liborio -CRN

O Centro de Ressocialização (CR) “Dr. Manoel Carlos Muniz” de Lins completa 20 anos de atuação neste sábado (4). Em duas décadas de história, a unidade prisional mantém a proposta de humanização da pena e aposta na oferta de trabalho e de educação com objetivo de reinserção do individuo preso ao convívio social. Inclusive, 20 reeducandos estão cursando ensino superior a distância.

O estabelecimento penal abriga, atualmente, 220 detentos, entre os regimes provisório, fechado e semiaberto. Aproximadamente 32% da população carcerária trabalham em empresas parceiras da unidade e para a prefeitura municipal, por meio de contratos firmados pela Fundação “Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel” (Funap). O trabalho externo, porém, está suspenso em razão da pandemia.

Outros 40% dos presos exercem atividades de manutenção dentro do Centro de Ressocialização, como limpeza, cozinha e obras de reparo. Já no setor de educação, quase metade do efetivo carcerário (48%) estuda regularmente nos ensinos Fundamental e Médio.

 

ENSINO SUPERIOR

Imagem: Reeducandos cursando ensino superior a distância

Desde o início de agosto deste ano, 20 reeducandos começaram um curso universitário de Tecnologia em Logística, na modalidade de Ensino a Distância (EaD). Isso é possível porque o Centro Universitário de Lins (Unilins) firmou, por meio da Funap, uma parceria inédita com o CR de Lins e outras 11 unidades da região.

Imagem : Reeducandos são incentivados a concluírem os estudos enquanto cumprem a pena

O Centro de Ressocialização oferta, ainda, diversos cursos profissionalizantes aos reclusos e participa de projetos destinados ao meio ambiente, em parceria com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e prefeitura.

Imagem : Detento trabalha em oficina instalada na unidade durante a pandemia.

 

RESGATAR VALORES

Diretora do CR de Lins, Maria Auxiliadora de Paula destaca que a unidade prisional tem atuado dentro do que prevê as diretrizes da Lei de Execução Penal. “Buscamos dignificar a pessoa humana, resgatando valores e oportunizando a reinserção social”, frisa.

 

Leia mais sobre Sociedade acessando o link abaixo:

https://jornaldelins.com.br/categoria/comportamento/sociedade/

PUBLICIDADE:

 

 

Autor: Redação
Referência: Marcus Vinícius Marra Liborio - Comunicação e Imprensa da Coordenadoria de Unidades prisionais da Região Noroeste - SAP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E FIQUE POR DENTRO DE TUDO O QUE ACONTECE NA REGIÃO.

QUEM SOMOS

Iniciamos as atividades do Jornal de Lins no ano de 2013, inicialmente com versão impressa. Estamos agora em versão online. Buscamos a construção de um veículo de comunicação que tenha Compromisso de Verdade com o leitor e a veracidade da notícia. Estamos construindo um Portal de Notícias e Informações ágil, moderno e repleto de conteúdo para prestar o melhor serviço ao leitor. Um veículo que mostre nossa gente e nossas realizações ao mundo, e traga o mundo até nossa terra.

FALE CONOSCO

Jornal de Lins

JORNAL DE LINS ©2021 | Todos os direitos reservados.
Pular para a barra de ferramentas