(14) 3523-9659 |
COMPROMISSO DE VERDADE
21 de dezembro de 2017

Startup de Piracicaba vence desafio da Embrapa Leite

Sistema monitora em tempo real consumo individual de bezerras, além de dar peso e altura

Um sistema integrado de software e hardware desenvolvido pela Systeck Feeder, de Piracicaba (SP), para monitorar em tempo real o consumo individual de concentrados e a pesagem de bezerras foi o vencedor do 2º Ideas For Milk, desafio de startups realizado pela Embrapa Leite, em parceria com quatro empresas de inovação. A empresa levou R$ 20 mil. A final foi realizada sábado (9/12) na sede da instituição, em Juiz de Fora (MG).

No total, foram apresentadas 83 propostas de todo o país, sendo classificadas dez para a final. O julgamento foi feito por 112 profissionais da cadeia do leite, incluindo produtores, pesquisadores, donos de laticínios, investidores e empresários do setor de inovações tecnológicas.

 O engenheiro agrônomo Nilson Morais Junior, da Systeck Feeder, apresentou o equipamento de monitoramento que começou a ser desenvolvido por sua equipe há 18 meses. O sistema, que tem custo estimado de R$ 500, é acoplado a uma casinha com painel solar no teto, reservatório para o concentrado, leds que avisam o tratador sobre a condição em tempo real do animal, sensores que pesam a bezerra a cada entrada na casinha e medidores de altura.

Os dados totais são disponibilizados para o produtor, mas o tratador recebe na hora informação sobre o status do animal por meio de luzes de led. Se a bezerra atingiu a meta de consumo alimentar, a luz é verde. Se houver alteração no consumo, passa para azul. Se faltar alimento, acende a luz vermelha. O objetivo é informar o produtor o momento certo do desmame, otimizar o desempenho do animal e reduzir o custo alimentar.

Na primeira edição do evento, em 2016, a empresa já havia apresentado um protótipo, que foi bem avaliado. Desta vez, mostrou o equipamento completo e incluiu os sensores de pesagem. “Fez diferença na avaliação porque as pessoas precisam ver a inovação, não apenas ouvir as idéias”, disse Nilson. A Systeck Feeder, que procura investidores no Brasil, também foi qualificada para apresentar seu equipamento em uma competição de startups na França.

 

Inovação integrada

Paulo Martins, chefe-geral da Embrapa Leite, disse que o desafio de startups nasceu em 2014 da necessidade de inserir a unidade nesse novo mundo de inovações que estava surgindo. “Percebemos, então, que o problema não era da Embrapa e sim do agronegócio porque são dois mundos diferentes que fazem a inovação digital.” De um lado, tem o conhecimento do zootecnista, veterinário e agrônomo e de outro o conhecimento de quem trabalha com computação, matemática e física.

“São dois mundos que não se cruzam. Quem entende de computação, matemática é urbano e não tem vínculo com os problemas do meio rural. A ideia era integrar esses dois mundos.” A Embrapa procurou, então, as universidades para fazer essa integração. A maioria das startups que apresentou projetos nasceu em aceleradoras de empresas ligadas a universidades. “Com o Ideas For Milk, percebemos que é possível sim fazer amizades e projetos em torno de um copo de leite.”

Autor: Redação
Referência: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E FIQUE POR DENTRO DE TUDO O QUE ACONTECE NA REGIÃO.

QUEM SOMOS

Iniciamos as atividades do Jornal de Lins no ano de 2013, inicialmente com versão impressa. Estamos agora em versão online. Buscamos a construção de um veículo de comunicação que tenha Compromisso de Verdade com o leitor e a veracidade da notícia. Estamos construindo um Portal de Notícias e Informações ágil, moderno e repleto de conteúdo para prestar o melhor serviço ao leitor. Um veículo que mostre nossa gente e nossas realizações ao mundo, e traga o mundo até nossa terra.

FALE CONOSCO

Jornal de Lins

JORNAL DE LINS ©2018 | Todos os direitos reservados.